segunda-feira, 9 de Julho de 2012

Parque de campismo “O Moinho”


Quando escolhemos a zona de Castanheira de Pera para umas férias de verão, nunca imaginámos que a experiência ia ser tão negativa.

Adoramos acampar e já passámos por diversos parques, mas “O Moinho” foi sem dúvida a nossa pior experiência. A única coisa boa era estar encostado a uma praia fluvial, Poço Corga, com um restaurante que tinha uma esplanada enorme e umas moelas fantásticas!

O parque é de terra batida, não há delimitação de espaços, se quiséssemos por a tenda à porta de outros campistas, podíamos fazê-lo (sim, fizeram-nos isso!).
Não há regras, a televisão que está numa pequena esplanada, pode estar ligada a qualquer hora, não há hora limite para se fazer silêncio e os carros entram a qualquer hora.
Infelizmente, e cada vez mais, é notória a falta de civismo nos parques.
Tivemos que mudar de sítio 2 vezes e à 3ª desistimos, fomos embora. Até uma simples grelha e um detergente da louça nos roubaram!
Não há segurança, o parque é gerido por um Sr. muito simpático, mas pouco fala e percebe Português, logo, a comunicação foi feita em inglês. 
As casas de banho são limpas diariamente mas devido ao solo do parque, pareciam uma pista de lama. Água quente só há duas horas de manhã e duas ao fim do dia, imaginem a confusão para tomar banho!
Há uma zona de churrascos com mesas, ideia excelente, mas necessita de manutenção diária, o que não acontece. O Parque está muito bem situado, mas precisa de muito trabalho, olhamos à volta só se vê mato, silvas e nenhuma vedação.
Fomos com marcação de duas semanas, ficámos uma e porque familiares já tinham reservado, com sinal, uma das Big Tends (uma espécie de bungalows mas em lona) para passar o fim-de-semana. Ficámos em choque com tanta sujidade!

Conclusão, não vamos voltar nem aconselhamos este parque.

Côja


Vila do concelho de Arganil banhada pelo rio Alva. Uma localidade pacata e simpática.
No centro da vila, numa praça central está esta esplanada muito agradável, o sítio ideal para beber uma água bem fresca nas tardes quentes de Agosto. Ali mesmo, ao atravessar a estrada temos tudo o que é necessário, pastelaria, padaria, minimercado, peixaria, churrasqueira, bazar, papelaria… nada falta!



Aqui, há uma praia fluvial muito bonita e com excelentes infraestruturas. São águas escuras,  é uma característica deste rio, mas muito limpas! A praia é de areia, só a zona de banhos é de seixos onde é possível nadar à vontade. Tem, também, uma área a pensar nas crianças onde podem brincar na água sem perigo. Para quem gosta de natureza, aventura e explorar o que há de bom e puro, é possível fazer uma caminhada pelas margens do rio Alva onde se pode apreciar muitas libelinhas lindíssimas! Quem preferir pode sempre usufruir de uma das esplanadas e comer uns caracóis ou um gelado.





O Rio Alva ou Ribeira de Fervença na sua parte inicial até se encontrar com a Ribeira do Covão do Urso, é um afluente do Mondego, nascendo na encosta sudoeste da Serra da Estrela, percorre cerca de 106 km até desaguar no Rio Mondego, o que ocorre na localidade de Porto de Raiva, Concelho de Penacova no Distrito de Coimbra, após o Mondego ser quebrado pela Barragem da Aguieira. O seu leito percorre um caminho sinuoso entre as encostas da Serra da Estrela e da Serra do Açor.

Até breve!

sábado, 19 de Maio de 2012

Praia Fluvial de Benfeita


Esta praia está inserida noutra aldeia de xisto do concelho de Arganil. É um sítio de passagem para a Fraga da Pena. Nesta aldeia unem-se as ribeiras da Mata e a do Carcavão. 
A praia fica mesmo junto à estrada, logo não há que enganar! Tem piscina para crianças, balneários, WC, espaços de lazer e a zona de toalhas é espaçosa e é de areia.





Mesmo junto à praia está um bar/esplanada muito agradável. Além de mesas com cadeiras tem espreguiçadeiras em madeira para quem quer aproveitar o sol ou simplesmente ler um livro.



sexta-feira, 18 de Maio de 2012

Fraga da Pena


Em plena Serra do Açor visitámos outro sítio fantástico, Fraga da Pena, uma cascata lindíssima de águas gélidas. Situa-se muito perto de outra praia fluvial das aldeias de xisto de seu nome Benfeita.


Os acessos não são difíceis e está bem sinalizado. Deixámos o carro à beira da estrada e após uns metros de caminhada começamos a ver umas ruínas, pontes de madeira e ao fundo… a cascata!










Esta cascata tem um desnível que chega aos 20m de altura. É possível tomar banho, temos sempre pé, mas nós ficámo-nos pelos joelhos pois a água é mesmo muito fria.

Nós optámos por almoçar lá, existem várias mesas com bancos, todas em xisto, em vários patamares. Levámos um frango assado (comprado na vila de Côja, a cerca de 10km) e acabámos por fazer uma refeição muito agradável.



Abrimo-vos o apetite? Então façam como nós, preparem um belo piquenique, levem a família e amigos e passem uma bela tarde neste sitio maravilhoso.
Nós vamos voltar com toda a certeza!

sábado, 12 de Maio de 2012

Praia Fluvial de Pomares / Praia Fluvial da Ilha do Picoto em Avô


A praia fluvial é na ribeira de Pomares, água fria mas límpida! Por cima da ribeira passa uma ponte, esta faz a “divisão” da praia em duas partes. De um lado há sempre pé, não há perigo para as crianças e é onde se concentram mais pessoas. Do outro lado da ponte é estilo piscina e onde tem acesso ao parque de merendas. A praia tem nadador salvador todo o dia.








A 3km de Pomares há outra aldeia com uma praia magnífica, Avô. Aqui, a Ribeira de Pomares vai-se encontrar com o rio Alva, este de águas turvas, mas não menos apetecível de uns mergulhos. Normalmente íamos até Avô de manhã, onde tomávamos o pequeno-almoço, líamos as notícias do dia e levantávamos dinheiro (era o sitio mais perto de Pomares com multibanco). Depois desfrutávamos da praia. Esta, tem uma zona de areal, outra de relva e ainda, zona de piquenique e alguns desportos radicais. Tem também um café com uma esplanada onde servem pequenas refeições.








Avô é uma aldeia com muita História, é linda. Sitio de visita obrigatório, ali respira-se ar puro, ganham-se anos de vida!


Até já!

Parque de campismo da Bica / Pomares


Em Agosto de 2009, ao consultarmos o mapa da rede de praias fluviais aldeias de xisto, descobrimos Pomares, uma aldeia do concelho de Arganil.
Para quem quer descansar, aconselhamos vivamente esta pequena localidade. Muito tranquila, pessoas simpáticas e ladeados de uma paisagem única sobre a Serra do Açor.


Optámos pelo parque de campismo “A Bica”, fica mesmo junto à praia fluvial de Pomares. O parque de campismo é dos nossos preferidos a nível nacional! As condições são muito boas, tem um bar e esplanada onde servem pequenos-almoços, bebidas, café e onde fazemos a encomenda do pão para o dia seguinte. Uma sala de convívio com tv, lava-louças e uma arca frigorífica onde podemos guardar comida. As casas de banho têm vários chuveiros com cabines fechadas, há água quente 24h por dia e estão sempre muito limpas. O parque está dividido, logo, não corremos o risco de acordar com uma tenda encostada à nossa. Os funcionários são muito simpáticos e sempre disponíveis. É seguro, sempre que saímos fechamos o portão e para entrar tocamos à campainha. A partir das 22:00 não é permitido fazer barulho nem a entrada de carros, mas podemos ficar na sala de convívio.







Encostado ao parque de campismo, além da praia fluvial, há um parque de merendas com todas as condições necessárias para qualquer família passar um belo dia. Tem um bar com esplanada, grelhadores públicos, mesas, casas de banho e chuveiros. Nós levámos fogareiro, mas só o utilizámos uma vez, optámos por fazer todas as refeições no parque de merendas, pois as condições são excelentes.




É para voltar, este ano (2012) estamos lá novamente.

Até já!


segunda-feira, 26 de Março de 2012

Algarve...

Praia de Santa Eulália, a 1 km de Albufeira, uma das nossas preferidas. Tem umas esplanadas fantásticas com comida e bebida acessível e uma vista maravilhosa! É muito bem frequentada e tranquila.
Nesta praia podem-se ver pepinos do mar, uns bichos estranhos que estão junto às rochas quando a maré está baixa. São viscosos e movimentam-se lentamente. Em algumas culturas é um pitéu!

Outra praia, que adoramos, é Olhos de Água. Uma pequena povoação de origem piscatória, muito simpática e lindíssima a cerca de 3 km de Albufeira. Vêem-se olhos de água doce a sair da areia. Há muitos caranguejos e mexilhões, apanhámos alguns e fizemos um belo petisco!  

O único senão é quando a maré está cheia, a praia torna-se pequena para tanta gente. Nessa altura ficámos numa das esplanadas viradas para o mar a ler o belo jornal e tomar um café com uma pedras bem fresquinha. Sim, somos fãs de esplanadas!
Quase todos os anos vamos lá. Muito acolhedora e tranquila. 

Ambas as praias têm estacionamento gratuito mas o de Santa Eulália é pequeno, em alternativa tem um de terra batida mas funcional. 
Belos destinos de férias, tão perto de Albufeira mas tranquilos.

Outro destino de eleição, Vilamoura!! Somos fãs!!
Optamos sempre por ir uma semana em Junho, o calor já se faz sentir e, além de ainda não haver muita confusão, as estadias são das mais baratas do Algarve. Fazemos sempre a reserva através do booking.com, é seguro e dá-nos a possibilidade de comprar preços e opiniões, o que nos facilita a escolha.
De dia desfrutamos da piscina do aldeamento ou vamos até à praia da Falésia. De noite vamos até à Marina jantar ou beber um copo. Para os amantes do desporto, há um percurso pedestre com jardins muito bem cuidados e com espaços específicos para fazer alguns exercícios ou podem optar por uma simples caminhada ao pôr do sol.

Mas voltando à Marina, aconselhamos vivamente a um jantar no Restaurante Indiano é fantástico!!!! Muito em conta a nível económico, bem servido e muito bom. O mais engraçado é que os funcionários (todos indianos) lembram-se sempre de nós no ano seguinte e ainda nos oferecem uma bebida!
Ficamos sempre na esplanada, como vista estão centenas de iates de luxo e se o tempo estiver menos agradável baixam um género de janelas de lona, torna-se confortável e a vista mantém-se.

Também junto à Marina (mas na estrada principal nas traseiras) está um Restaurante Chinês Sun House, é buffet, a comida é muito boa e com muita variedade, com bebidas fica a cerca de 10 euros por pessoa.
Para finalizar a noite sugerimos o Casino, as bebidas são baratas, há espaços para fumadores e não fumadores, um ambiente fantástico e quem sabe não sai a sorte grande! 
A reserva deste ano já está feita.